Resenha - Claros Sinais de Loucura por Karen Harrington

Resultado de imagem para claros sinais de loucura karen

FICHA TÉCNICA


Livro: Claros Sinais de Loucura
Autor(a): Karen Harrington
Editora: Intrínseca
Páginas: 256
Adquira: Saraiva | Submarino | Fnac | Amazon | Livraria Cultura | Estante Virtual

Sinopse:
Amor pode ser uma palavra-problema para algumas pessoas. Loucura também. Eu sei bem.
Você nunca conheceu ninguém como Sarah Nelson. Enquanto a maioria dos amigos adora Harry Potter, ela passa o tempo escrevendo cartas para Atticus Finch, o advogado de O Sol é para Todos. Coleciona palavras-problema em um diário, tem uma planta como melhor amiga e vive tentando achar em si mesma sinais de que está ficando louca.
Não é à toa: a mãe tentou afogá-la e ao irmão quando eles tinham apenas dois anos, e desde então mora em uma instituição psiquiátrica. O pai, professor, tornou-se alcoólatra. Fugindo da notoriedade do crime, ele e Sarah já se mudaram de diversas cidades, e a menina jamais se sentiu em casa em nenhuma delas.
Com a chegada do verão em que completa doze anos, ela está cada vez mais apreensiva. Sente falta de um pai mais presente e das experiências que não viveu com a mãe, já se acha grande demais para passar as férias na casa dos avós, está preocupada com a árvore genealógica que fará na escola e ansiosa pelo primeiro beijo de língua que ainda não aconteceu. Mas a vida não pode ser só de preocupações, e, entre uma descoberta e outra, Sarah vai perceber que seu verão tem tudo para ser muito mais. Bem como seu futuro.  


Sarah, é uma jovem que leva a vida de forma reflexiva e observadora. Ela vive se mudando de cidade em cidade ao lado do pai, em busca de sossego, já que, após sua mãe ter tentando afogá-la quando ela tinha somente dois anos de idade, isto se tornou uma repercussão nos telejornais, e agora a faz ser perseguida por repórteres e fofoqueiros de rede nacional em busca da família para mais detalhes.

Prestes a completar seus 12 anos de idade, o que ela sabe sobre sua mãe é apenas o que as notícias dizem, e os meros detalhes que o pai a conta. A mãe foi internada numa clínica psicológica, e o pai acabou se isolando emocionalmente e se rendendo ao alcoolismo. Sem a presença da mãe, e com o pai remoendo o passado com várias garrafas, ela só tem sua planta e seu diário como ouvintes, e não deixa de pensar que, se ela não se cuidar, ficará tão louca quanto a mãe ou alcoólatra como o pai. 
A garota almeja uma vida diferente, uma vida mais leve e menos confusa, e com toda essa transição para a fase adolescente, isto só a deixa mais estressada, pois é o momento em que a garota começa a pensar naquela lista enorme de coisas prováveis a acontecer, e que terá que enfrentar completamente sozinha e sem a devida atenção dos pais. 

Talvez ela só quisesse uma mãe no qual ajudasse a arrumar seu cabelo ou escolher um roupa bonita, conversar sobre o primeiro beijo e todo aquele amor materno. E um pai que levasse em consideração que o seu aniversário é uma data para ser comemorada e não apenas uma recordação de um dia em vão.

Como sempre, tenho que descobrir as coisas por conta própria e responder às perguntas que o meu cérebro inventa. Se você quer saber, estou à procura de qualquer sinal de estar enlouquecendo. Quando mais informação eu tiver, melhor poderei me defender do mundo, do cérebro dentro de mim que pode ou não ser igual ao dela.

Ela é quem narra todo o livro, de forma dinâmica, e nos conta sem ressentimentos como toda essa situação influência na sua vida. A constante mudança, a falta de amigos ou em quem confiar, ou sem que a pessoa tenha pena dela, e o desejo ardente de reencontrar com a sua mãe e entender melhor tudo o que aconteceu.Compartilhamos também de trechos do seu diário em formatos de cartas, mensagens escritas para Atticus Finch, o personagem literário do clássico livro O Sol é para Todos, homem que ela usa como modelo de pai.


O livro nos mostra apresenta uma personagem sábia, por mais que a protagonista tenha somente doze anos de idade, é uma história sobre mudanças, amadurecimento e crescimento. Mesmo que envolva assuntos peculiares e de certo modo, fortes, a narração é leve e prende o leitor nas mesmas emoções que os personagens. Sarah, por ser uma garota carismática, a narração dela traz um ar mais descarregado de preocupações, até porque, é a visão de uma garota pré-adolescente, um ser inocente descobrindo o mundo aos poucos.

Descobri que é preciso ter coragem todos os dias, como se escolhe a camisa que vai vestir. Não é automático.

Enquanto lia, o livro me trouxe algumas (talvez muitas) questões, mas ficou claramente exposto que o propósito da autora não era responder todos os porquês da vida, mas nos apresentar uma garota que soube lidar com as indiferenças da vida sem nenhum sinal de loucura. É um livro para se pensar nas atitudes, intenções e ações, que, mesmo que diante os teus olhos seja simples, pode estar afetando ao próximo. É sobre amor, afeto e superação. Vale a pena ser lido!

Você gostaria de ler o livro? Se já leu, nos diga o que achou! :)

You Might Also Like

23 comentários

  1. Parece ser uma leitura muito forte e muito intensa.Gostei da sua frase que diz que tem que ter coragem todos os dias. Muito boa a sua resenha. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angelica!
      É um livro maravilhoso, espero que tenha a chance de lê-lo. ♥

      Um cheiro.

      Excluir
  2. Geralmente não costumo ler esse tipo de livro mais reflexivo, mas tô tentando expandir meus horizontes e me interessei por esse. Gostei da resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laís!
      É sempre bom expandir as barreiras mentais, acredito que descobrir/envolver-se com algo novo é aprender ainda mais sobre o que veio para nos preencher e o que a gente já pode descartar. Espero que leia o livro! ♥

      Um cheiro.

      Excluir
  3. Parece ser mesmo uma leitura que vale a pena, amei o post :)
    www.blogdagabiprado.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi!
      Vale sim a pena. Fico feliz que tenha gostado do post! ♥

      Um cheiro.

      Excluir
  4. Parece muito interessante. Já me interessei pela protagonista.
    Adoro essa figura da garota esperta, tanto que a protagonista da minha série de contos atual vai nessa linha.

    A capa é bem legal também.

    Obs.: Achei que na parte da sinopse o texto cinza atrapalhou um pouco a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Willian!
      Fico feliz que tenha se interessado pela a protagonista, ela é uma garota extraordinária. Quanto a crítica construtiva, obrigada! Iremos levar em consideração. ♥

      Um cheiro.

      Excluir
  5. Achei tão linda a proposta desse livro, esses problemas adolescentes podem ser clichê para alguns, mas na verdade são coisas sérias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      O assunto abordado no livro é de tamanha relevância. Temos que quebrar este estereótipo de que os problemas adolescentes é "frescura", não é?! Que bom que você pensa assim. ♥

      Um cheiro.

      Excluir
  6. Oi, Geovana.
    Confesso que a um tempo atrás o livro já esteve na minha lista de leituras, mas acabei deixando ele de lado.
    Mas gosto dá ideia de ter uma menina narrando seus próprios fatos.
    Gostei muito da resenha, parabéns.
    Beijo

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila!
      Fico feliz que tenha gostado da resenha, e espero que o livro possa retornar à sua linda de leituras hehe! ♥

      Um cheiro.

      Excluir
  7. Ahhhhh, eu sou louca para ler esse livro faz séculos! Eu esqueci de pegar emprestado de você.. chateada, ele é maravilhoso, me identifico muito com a personagem, mas acho que isso não é surpresa pra você... mas estou querendo muito me jogar nessa trama maravilhosa!
    Orgulhosa de você, como sempre! ♥
    Te amo, ok?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita Giovanna!
      Acho bom você dar um jeito de encontrá-lo em pdf, para que assim eu possa comentar sobre ele com você! Obrigada por ter orgulho de mim, mas sou eu quem tenho de ti.

      Te amo mais, ok?

      Excluir
  8. O titulo desse livro sempre me chamou a atenção , mas eu ainda não sabia sobre o que se tratava .
    Gostei bastante da resenha e ja coloquei na minha lista de futura leituras .
    O unico ponto que me incomodou foi quando você disse que a personagem é sabia mesmo tendo pouca idade, normalmente isso não me convence muito.
    Porém tambem é de esperar um pouco de maturidade de uma personagem que passou por tanta coisa e que de interessa por livros classicos.

    Amei a resenha.
    Meu mundinho quase perfeito


    ResponderExcluir
  9. Oi Gabriel!
    Fico feliz que tenha gostado do meu blog ♥
    Eu também gostei muito do seu, é lindo!
    Hmm eu gostei do livro, eu não sou muito de ler, tenho preguiça, não gosto, sei lá...
    Mas tem uns que eu acho bem interessante.

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Val.
      Eu que fico super feliz em saber que você gostou do meu cantinho. Que bom que gostou do livro, caso leia, venha nos contar o que achou.

      Excluir
  10. Oie, como você está? Fico feliz que seu blog já esteja de volta. Seus posts são sempre incríveis, gosto da forma como você escreve. Ainda não conhecia o livro, mas gostei bastante da indicação. Ao ler a sinopse pensei algo, porém ao ler a resenha tive uma outra visão. Pensar em alguém de 12 anos passando por tantas mudanças e sendo obrigada a crescer foi uma ideia incrível da autora. Decidir ter coragem todos os dias com certeza é sinal de maturidade. Ótima resenha. Beijos, Érika ^.^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Érika. Estou ótimo, e você?
      Muito obrigado pelo carinho, fico super feliz em ler seu comentário.
      E sobre o livro, também achei uma ideia incrível da autora e já quero muito ler esse livro.

      Excluir
  11. Não conhecia esse livro, mas pela resenha, parece ser uma história pesada e sensível ao mesmo tempo. Uma das coisas que mais me chamou atenção na resenha foi a reflexão sobre ela querer uma mãe/pai presentes. Quanto ao livro em si, não cheguei a ler O Sol é para Todos, mas é interessante a personagem ter o advogado como modelo.

    Beijos, Vickawaii
    http://www.neverland.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Victória!
      A história é sim pesada, mas não chega a transparecer, pois a protagonista no qual narra a história, torna do livro algo mais leve! ♥

      Um cheiro.

      Excluir
  12. Eu costumo adorar livros em que o personagem principal narra seus próprios problemas, dúvidas, medos e emocoes num geral. Voce dizer que é de uma forma dinamica, me fez querer ler ainda mais. A morte e a morte de quincas berro d'água, por exemplo, nao era dinamica, entao me distraía um pouco, mas esse tipo de livro parece que vai me prender do início ao fim.
    Se tratando de um livro que seja muito mais para pensar e sentir como suas atitudes podem afetar aos demais a sua volta (desculpa se nao era isso, mas foi o que eu entendi) tem ainda mais valor para mim. Estou inclinada a ler livros do tipo ultimamente, para poder refletir sobre o que ando fazendo.

    Adorei a dica e adorei a resenha! Aliás, o seu blog inteiro é muito legal!! :D
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Fico feliz que tenha gostado da resenha, depois que ler o livro nos diga o que achou! O livro aborda sim um pouco sobre como devemos pensar em nossas atitudes. Quanto ao blog do Gabriel, é tudo muito lindo mesmo! ♥

      Um cheiro.

      Excluir